Pular para o conteúdo principal

Testimony: Vol. 2, Love & Politics é o quarto álbum de estúdio da Americana India.Arie, cantora de R&B e Soul, compositora, produtora, guitarrista e flautista, mundialmente aclamada que, entre outras condecorações, já recebeu 2 Grammy e prémios de diversas ‘turmas’ ligadas à música, tais como BET, NAACP Billboard Music, Radio Music, MTV, VH1 Vogue Fashion e Essence Magazine. Na realidade, desde o seu álbum de lançamento, Acoustic Soul de 2001, que India.Arie se tem vindo a confirmar como uma das vozes mais originais e aclamadas da moderna música americana, tendo colaborado com Stevie Wonder, Elton John, John Mellencamp, Bruce Springsteen, Ashley Judd, John Legend, entre outros.

O álbum é uma espécie de continuação do aclamado Testimony: Vol. 1, Life and Relationship, fala do mesmo tipo de temas (desde temas da vida quotidiana até à fome no mundo) e mantém as suas melhores qualidades, embora modernizando seu som. O primeiro single, Chocolate High, que tem participação do cantor Musiq Soulchild, e o segundo, Therapy com participação de Gramps Morgan, foram lançados simultaneamente no iTunes dos States a 16 de Dezembro de 2008. MC Lyte e Terrell Carter também participaram no álbum. Os destaques do álbum vão para os dois singles e para as faixas Ghetto, He Heals Me, Long Goodbye e Yellow.

Para quem gosta de R&B bem pensado, bem executado, bem produzido e com vocais quentes e cheios de alma e ideal para ouvir tranquilamente…

Ouvi uma música da India e logo em seguida comecei a baixar toda sua discografia, uma voz linda, e uma proposta de som muito legal. Amei, virei fã! Ótima semana!

India.Arie - The Heart Of The Matter / Umbrella (Live)


Comentários

Babi Mello disse…
Ah! Rodrigo vi o clip da Lady Gaga, Poker Face. Gostei tem um kzão de futurista.
Bjocas!
Lou disse…
Dica anotadíssima!
Beijos e boa semana!
Lou disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
DO disse…
Realmente ela tem uma voz muito gostosa,Rodrigo.
Gostei!!
adoro ela!
adoro ela!
Mônica disse…
Não conhecia. Obrigada por apresentar, gostei!
Bjs, guri!
Luzinha disse…
Muito bom mesmo..
Bjos

Postagens mais visitadas deste blog

Apego

Um dia, o Buda estava sentado na floresta com alguns monges. Eles tinham acabado de almoçar e já iam começar um compartilhamento sobre o Dharma quando um fazendeiro se aproximou deles. O fazendeiro disse: “Veneráveis monges, vocês viram minhas vacas por aqui? E tenho dezenas de vacas e elas fugiram. Além disso, eu tenho cinco acres de plantação de gergelim e este ano os insetos comeram tudo. Eu acho que vou me matar. Eu não posso continuar a viver assim”.
O Buda sentiu forte compaixão pelo fazendeiro. Ele disse: “Meu amigo, me desculpe, não vimos suas vacas vindo nessa direção”. Quando o fazendeiro se foi, o Buda se voltou para seus monges e disse: “Meus amigos, sabem por que vocês são felizes? Porque vocês não têm vacas para perder” Buda era contra bens materiais? Não! Ele queria  apenas que não fôssemos apegados a elas! Devemos viver no mundo mas sem precisar dele, conviver, amar as pessoas, sem dependência, viver o agora sem expectativas pelo futuro, deixar o passado e viver a etern…

Estresse - Osho

Todas as metas pessoais são neuróticas. O homem sintonizado com a essência das coisas consegue entender, sentir que: "Eu não sou separado do todo, e não há necessidade de estar elegendo e procurando concretizar algum destino por mim conta. Os fatos estão acontecendo, o mundo continua girando - chame isso de Deus...   Ele está fazendo coisas. Elas acontecem por vontade própria. Não há necessidade de que eu trave alguma luta, faça qualquer esforço; não há necessidade de que eu lute por coisa alguma. Posso relaxar e simplesmente ser"   O homem essencial não é um fazedor. O homem acidental é um fazedor. Por isso, o homem acidental vive naturalmente com ansiedade, tensão, estresse, angústia, sentado o tempo todo sobre um vulcão. Esse vulcão pode entrar em erupção a qualquer momento, porque o homem vive num mundo de incertezas e acredita que pode tomar as coisas como certas. Isso gera tensão em seu ser: lá no fundo ele sabe que nada é certo.
O Tarô Zen, de Osho: Carta - Estres…
"Você só se harmoniza com as leis da prosperidade quando pode se libertar do medo da pobreza que faz você perseguir o dinheiro e colocá-lo em primeiro lugar, o que pode, durante uma fase da sua encarnação até fazer com que você acumule alguma coisa, mas não significa que a prosperidade lhe visitou. Porque ter coisas não significa ser próspero. O fato de você ter não significa que se harmonizou com as leis da abundância. É possível que a prosperidade e a abundância te visitem apenas se você se libertou do medo da escassez e experienciou a plenitude. Então, todo o tesouro do universo está a sua disposição, mas você não se apega a nada porque sabe que não é seu; apenas está ali para você usar e servir ao propósito divino. Essa é a verdadeira riqueza e a grande sabedoria: Você usufruir das belezas do mundo, mas não ser escravo dele". 
Sri Prem Baba
---
Segunda começo um novo ciclo, estou de trabalho novo. Muito bom ter seu currículo reconhecido e na primeira entrevista depois do úl…