sábado, janeiro 23

A música do Silêncio

   Enquanto não sai o terceiro livro da série "Crônicas do Matador de Rei" lendo sobre a Auri, muito legal o livro, diferente da série principal, pelos olhos da Auri da pra ver outras nuances do mundo...


  Quem se interessar, tem uma resenha legal aqui A Música do Silêncio



sexta-feira, novembro 6

TCC




  Estou finalizando minha pós em Adm, sim, me formei em Letras, mas como me vendi ao capitalismo e sempre trabalhei em banco, entendi que era importante "para meu currículo" ter uma especialização mais voltada na área que atuo.

  Isso posto, estou agora na parte de finalizar o TCC e fico pensando quão inútil é essa tarefa, visto que hoje em dia todos fazem CTRL+C e CTRL+V, será que ao obrigar a todos a fazerem um TCC estamos gerando maior aprendizado, estamos realmente incentivando à pesquisa acadêmica? Acredito ser pouco provável.

  Quando me formei em Letras, não fizemos o trabalho de conclusão, mas um artigo final para cada materia, na época foi muito produtivo, visto que as matérias eram literatura brasileira, portuguesa, latino americana, linguistica, todas muito interessantes, ótimo professores, mas lógico, era humanas...

  Sim, um dia quero atuar na minha área, dar aulas, fazer uma pós em humanas..um dia..

terça-feira, novembro 3

PlayList - Delta Goodrem - Wings (Acoustic)



Minha indicação e descoberta de PlayList de hoje é a Delta Goodrem.

"Wings" é o primeiro single do 5° álbum da australiana, e só conheci a loira agora, 

  “A canção Wings fala de quebrar as barreiras que existem em nós. Toda a gente procura novos   horizontes e uma segunda oportunidade mas porque não deixar que as coisas se passem sem controlo? As nossas asas são feitas para voar e ser livre”, disse Delta.

A versão acústica ficou ainda mais linda.






Repense!



Nós bebemos demais, gastamos sem critérios. Dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e raramente estamos com Deus.Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos frequentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos. Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio. Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos. Aprendemos a nos apressar e não, a esperar. Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos cada vez menos. Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta; do homem grande, de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados. Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'. Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa. Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar 'delete'.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão aqui para sempre. Lembre-se dar um abraço carinhoso em seus pais, num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer. Lembre-se de dizer 'eu te amo' à sua companheira(o) e às pessoas que ama, mas, em primeiro lugar, se ame... se ame muito. Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro. Por isso, valorize sua família e as pessoas que estão ao seu lado, sempre.

George Carlin
Vi aqui 

---

quinta-feira, outubro 29

Você irá viciar...


  Quase impossível ouvir o James Bay e não viciar, é do tipo de coisa que não se explica, mas a música dele literalmente te toca, é algo orgânico, intenso, verdadeiro.. Viciei! Dica na lista das mais ouvidas dos meus amigos no Spotify!

  Ouça e tire suas conclusões... https://open.spotify.com/album/3GqsyMrJu3o8jLiGyBsBQW

sábado, outubro 3




Voltar a escrever, voltar a pensar em palavras, linhas, estruturas, texto.

Que possamos sair do superficial, dos títulos fáceis, do material mastigado, que tenhamos tempo para as reflexões de outrora.

terça-feira, junho 10



   Criar a vida que você quer.. Parece frase de auto-ajuda? Talvez, mas minha busca é por experienciar diariamente tudo aquilo que acredito.

   Somos criadores, você pode sempre ver o copo meio cheio ou meio vazio, a escolha é sempre nossa.

   Conseguimos tudo aquilo que desejamos apenas por crer que podemos? Não. O foco quando se é consciente não é "vou ser consciente das minhas escolhas e em troca o mundo me dará o que desejo", o foco é ser positivo pelo que isso lhe traz no agora.

   O maior desafio é estar consciente dessa escolha e de todas as nossas escolhas diárias, a maioria nem se dá conta que tem escolha. O ônibus atrasou o que você escolhe? Se estressa? Ou aceita a realidade, atrasou ok, ouço uma música, leio um livro, busco um táxi, faço algo, é minha opção. Ficar irritado, se queixar da vida também é uma opção, mas qual te faz bem e qual te faz mal? Não acredito em certo e errado, acredito naquilo que me serve e aquilo que não me serve.

  Estar consciente é um exercício, não fomos ensinados a isso, quanto mais sonâmbulos, melhor para aqueles que comandam o mundo... Eu escolhi estar consciente, escolhi ver o copo meio cheio, pra mim tem dado certo e isso que vale!

  Amanhã tento rodar pelos blogs...

  Bjs


sábado, junho 7

1,2,3 testando.. 1,2,3 testando




  Sim ainda lembro a senha do blog, rs Minha sorte é não ser criativo no quesito senhas, tenho apenas quatro variações, então não as perco com tanta facilidade.

   Vir aqui pra falar que faz tempo que não venho aqui já ficou chato, por isso vamos tratar do que importa... O que importa?! Sei lá, pra mim muitas coisas, e legal entrar aqui e ver que mesmo depois de mais de 6 anos de blog e quase 30 de vida as coisas que me importam continuam sendo as mesmas.. a busca pelo subjetivo, a busca pelo que sou, pelo que posso ser..  

   Onde paramos? Bem casei, estou em uma fase muito feliz, acredito que seja algo que chamam de maturidade, não sei ao certo, nunca fui bom com rótulos, mas estou tranquilo em todos os campos da vida, Osho e o Gaspa tem muito mérito nisso também. Em agosto começo a fazer uma pós, por que depois de 5 anos longe da faculdade está na hora de dar uma atualizada, mas isso fica pra outro post (espero que em breve).

   Bem por que voltei ao blog? Acho que pelo desejo de voltar a escrever, por que só 140 caracteres não satisfazem um libriano. Face não conta, por que esse está cada vez mais próximo do Orkut, ali é bloqueando e refinando seu grupo de amigos pra poder valer a pena a rede, que em si é muito boa.

  Falando em escrita e leitura, vamos falar do meu novo amigo, o Kindle.





  A maioria já deve ter lido algo sobre, ele é um leitor de de livros digitais, os ebooks. Minha amiga trouxe um dos EUA e puts, virou essencial, muito gostoso de ler nele, fora que agora não preciso mais me preocupar onde guardar os livros, já que minha estante não cabia mais nada. Com ele estou me permitindo ler mais, por que devido ao peso acabava não carregando meu livro pro trabalho e com o kindle posso levar todo meu acervo. E de ler mais, escrever também se torna uma necessidade, e assim gira a roda..ou não..rs

  Agora estou lendo "Convergente" o livro final da trilogia "Divergente", não sou critico literário (mas poderia, já que sou formado em Letras), mas esse até agora tem sido o melhor dos três livros, espero não me decepcionar com o final.




  É isso, aproveitar pra ver se tem alguém da blogosfera das antigas por ae vivo e conectado...Bora atualizar os links. Bjs 


domingo, janeiro 13

2013..


Entre um pensamento e outro, me questiono por que nao encontro tempo para o blog e para o universo da blogosfera.

Tenho um carinho tão grande por esse mundo, aqui fiz boas amizades, conheci pessoas muito interessantes e entre um post e outro fiz reflexões e desabafos que sempre me ajudaram muito.

Fiz o blog em uma época onde nós da blogosfera nos ajudávamos,nos consolávamos e refletíamos juntos. Um tempo onde não era 'moda', talvez fosse apenas 'cult' ser blogueiro, tempo que que nem se falava em rede social.

Já estamos em 2013, os anos cada vez estão com mais pressa, e nesse corre corre algumas coisas ficam de lado, mas não esquecidas, apenas guardadas para o momento oportuno.

Que esse ano eu consiga vir mais aqui, passar pelos blogs que gosto, conhecer novos, compartilhar mais meus pensamentos, desejos e anseios e sair um pouco dos 140 caracteres..

Bjs